Friday, 21 May 2010

Depois de alguns meses....

Pois é, estamos vivos! Faz tempo que venho ensaiando minha volta triunfal (ãhh, hãã...) e agora criei coragem... Sou uma velha! Realmente não tenho mais idade para trabalhar e estudar ao mesmo tempo! Fato! Venho repetindo isso faz umas duas semanas, desde de que minhas aulas recomeçaram, depois de duas semanas de férias...

Sempre li que os trabalhos eram tranquilos aqui no Canada, que ninguém fazia hora extra, que era diferente do Brazil, blá, blá, blá... maaassss meu trabalho não tem sido assim. no início foi tranquilo, saindo no horário, sem grandes estresses.... depois de um tempo as coisas foram acelerando, acelerando, acelerando e acabou a vida boa! Tenho trabalhado muito, mas também tenho aprendido muito. Meu ambiente de trabalho é bem multi cultural, na verdade os brasileiros são a maioria (eu e a office assistant)! hehehe. Além de que eu falo pelo menos umas 3 ou 4 vezes por dia com o Brasil. O brabo é chegar falando português com o povo do escritório depois de passar uma hora no telefone falando em português... e eu só percebo porque eu vejo a cara de interrogação das pessoas....hahaha.

Fora isso, a UBC continua lá, do mesmo jeito, mesma gurizada tentando um lugar ao sol nas Big 4 (para quem não é da área contábil: as 4 maiores empresas de auditoria do mundo - PwC, Deloitte, E&Y e KPMG), achando que essas são as últimas Coca-colas do deserto. E essa semana estão começando os eventos para o recrutamento do CA (Chartered Accountants) que acontece esse ano, para as criaturas começarem a trabalhar em Setembro do PRÓXIMO ano... e quem tem change: geralmente pessoas novas, cheias de energia, com muita paciência e estudantes das universidades TOP daqui (basicament, UBC e Simon Fraser). Como eu sou Velha, não tenho chance! E também já passei por essa fase... hehehe

Ainda tenho que decidir o que eu vou ser quando eu crescer, CMA, CGA ou virar artista... Ontem meu professor de contabilidade estava explicando a contabilização dos Income Tax (seria o equivalente do IRPJ do Brasil) que até onde eu me lembro... a metodologia de cálculo e de contabilização do imposto daqui é muito parecida com a do Brasil (ainda bem!) e de repente ele fez uma pergunta e foi um silêncio e ele então mudou as perguntas: "Ok, quem entendeu o que eu falei levanta a mão?" ninguém levantou, "quem não tem a menor idéia do que eu estou falando, levanta a mão.." dois ou três levantaram... "quem está pensando: sou muito jovem e vou mudar de carreira porque contabilidade não faz o menor sentido, levanta a mão" na verdade não vi quantos levantaram, só sei que eu levantei! hahaha. Apesar de ser uma Velha, eu levantei!

Mas marido, mãe, sogra e cunhada: NÃO, NÃO vou mudar de carreira!

Os cachorros vão muito bem obrigada! O Dino fez mais uma cirurgia há um mês atrás, nada sério e já está 100% de novo. Acho que amanhã vamos para o Butzen Lake "dar banho" nos cachorros.

Sou uma pessoa de fé estou morrendo de frio sentada na varanda, tomando cerveja achando que o verão chegou e na verdade está 11 graus agora e sol já está escondinho nas montanhas...

Deu, vou assitir Medium...

Fui...


2 comments:

alixx said...

Oi sô,
mas você, hein!? Velha?? Ai ai. Esse país não se decide né!? Quer gente nova pra imigrar, mas gente experiente pra trabalhar. Agora experiente e nova, mas não muito experiente pra determinadas áreas. Agora se for sem experiência também não vale. Aff! Enquanto a nós aqui no extremo leste, estamos bem! Vivos e prestes a entrar na roda do trabalho. Aliás, do trabalho não, da busca do trabalho. E vcs? Conta mais!!
Beijos

lucianocm said...

Olá,

Há um tempo estou acompanhando o seu Blog. Desde a chegada de vocês a vancouver. Inclusive discutimos a ida para Vancouver, no grupo do Quebec no Parque, com base no Blog de vocês. Hoje fico feliz com o progresso de vocês, embora saiba que tem muito da preparação e do mérito individual. Sou contador, também falo inglês e trabalho em empresa de auditoria há 6 anos. E não fui para a PWC por estar no meio do processo para Qquebec.(vi que ia atrapalhar o processo). Então gostaria de saber se você aconselha a minha ida para Vancouver e se as perspectivas são boas para nossa área. Estou disposto até a trabalhar de graça para não sair da profissão que adoro.

Um abraço!

Luciano